“Renata Vasconcellos apela para Globo ganhar audiência”, afirma Deputado de Sergipe                                                                       

Na noite da última quinta-feira, 11, a jornalista Renata Vasconcellos quase chorou no encerramento do Jornal Nacional, transmitido pela rede Globo, ao apresentar um novo projeto da emissora. Para o deputado estadual por Sergipe, Rodrigo Valadares, tudo não passou de um apelo para a Globo voltar a ganhar audiência.

“O desespero do Jornal Nacional em colocar sua apresentadora pra chorar ao vivo reflete duas coisas: Perda de audiência e perda de credibilidade”, desabafou.

O fato é que, com o término da última edição do Big Brother Brasil, a audiência da Globo despencou e chegou a registrar recorde negativo, enquanto a concorrência tem crescido consideravelmente. Na visão do parlamentar, esse desgaste histórico tem ocorrido em consequência da necessidade da emissora em fazer oposição ao Governo Bolsonaro, se ausentando de informar e perdendo cada vez mais sua credibilidade.

“A globo não é mais aquela que elege e tira presidentes. Hoje temos a liberdade das redes sociais e, com isso, a emissora tem sido cada vez mais contestada por sua severa oposição ao governo federal, esquecendo de trazer notícias num todo. Quem costuma acompanhar as informações pela internet, tem observado as contestações dos movimentos sociais que a Globo vem recebendo e sua perda de credibilidade diante da opinião pública, por isso tem perdido audiência”, pontuou.

Essa não é a primeira vez que o deputado vem demonstrando insatisfação ao trabalho da Globo. No dia 15 de maio, milhares de brasileiros direitistas foram às ruas levantar pautas conservadoras e direitos religiosos, como a liberdade de culto, de expressão e de ir e vir, e demonstrar apoio ao presidente Jair Bolsonaro, entretanto a mídia ignorou a grandeza do evento e nada foi apresentado.

Ainda nesta semana, o parlamentar criticou a rede de TV por ser contra a Copa América no país. “Se a Globo é contra o futebol em tempo de pandemia, então pare de transmitir os jogos de outros campeonatos e aí sim terá coerência para cobrar. A Copa América será realizada no mesmo formato que acontece nos outros jogos, sem torcida, estádios vazios, então eu não vejo problema nenhum. Dois pesos, duas medidas”, disse.

Por Assessoria de Imprensa

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta