Ricardo Marques pede explicações sobre os remendos na ciclovia da Av. Augusto Franco

Foi aprovado durante a sessão desta quarta-feira, 15 de setembro, da Câmara Municipal de Aracaju, o requerimento do vereador Ricardo Marques (Cidadania) pedindo mais explicações a prefeitura, Emurb, SMTT sobre a ciclovia localizada na Avenida Augusto Franco (Rio de Janeiro) em Aracaju.

“O objetivo do requerimento é a defesa pela transparência, idoneidade para com o dinheiro público, respeito ao pagador de impostos e sobretudo para fiscalizar a atuação do poder executivo”, explica.

O parlamentar pede que os órgãos detalhem informações referentes ao contrato firmado entre a Emurb e empresa contratada, especialmente no que se refere a construção da ciclovia que engloba o projeto de 7,5 km de extensão da via que vai do trecho entre a Rua Santa Catarina até o viaduto do Detran, e corta os bairros Siqueira Campos, Getúlio Vargas, Pereira Lobo, Ponto Novo, Luzia, Jabotiana e São Conrado.

No requerimento, o vereador faz os seguintes questionamentos:” qual o valor específico do montante atual de mais de R$ 13 milhões investidos na obra foi direcionado para a referida ciclovia? por qual motivo, a finalização da obra que estava marcada para 180 dias depois da assinatura da ordem de serviço que ocorreu no dia 21 de outubro de 2019, ainda não foi concluída? Por qual razão, buracos e depressões estão surgindo na ciclovia durante a execução da obra? Existe alguma justificativa plausível para a adição de 11 aditivos ao contrato originário do ano de 2019 que acabaram por elevar o valor inicial da obra que estava em 9 milhões para quase 14 milhões?”.

Deixe uma resposta