Pular para o conteúdo
Início » Rodovias Sergipanas terão sistema de monitoramento para maior segurança

Rodovias Sergipanas terão sistema de monitoramento para maior segurança

Informações obtidas auxiliarão estudos de tráfego, trabalho da Segurança Pública e análise de peso de carga que entra e sai do estado

Com o objetivo de melhorar a segurança nas rodovias estaduais, o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), junto ao Governo do Estado, implantará novos equipamentos eletrônicos em pontos estratégicos da malha rodoviária estadual.  A implantação inicial tem previsão até a segunda quinzena de junho deste ano, começando pelas rodovias Inácio Barbosa (antiga José Sarney), em Aracaju, e a Rota do Sertão.

De acordo com o Departamento Estadual, a medida tem por objetivo reduzir os impactos sociais e econômicos negativos decorrentes dos acidentes de trânsito, mantendo uma tendência decrescente dos indicadores de acidentes, na medida em que seja possível ampliar a atuação, especialmente, em trechos críticos. O escopo inicial do projeto visa, inclusive, a redução do quantitativo de quebra-molas dispostos nas rodovias estaduais à medida que avançar a implantação dos equipamentos eletrônicos, conferindo maior fluidez ao trânsito estadual.

A expectativa é que as informações obtidas, através dos equipamentos fixos, sejam utilizadas, de forma a planejar, as operações volantes, possibilitando o aumento da assertividade na fiscalização pontual. Além de permitir estudos de tráfego, análise de peso de carga que entra e sai do estado, coleta de placas para antecipar ocorrências policiais e auxiliar no trabalho da Segurança Pública, entre outros.

Assim, os sensores e sistemas de análise de vídeo em tempo real irão, ainda, ajudar os agentes estaduais a identificar irregularidades, otimizando recursos públicos. Será possível, por exemplo, montar barreiras virtuais dentro de uma mancha urbana ou município para identificar, com antecedência, pessoas que tenham a intenção de praticar algum tipo de delito. Já que outra característica dessas fiscalizações será a geração de alertas de irregularidades como furto/roubo ou busca e apreensão no Centro de Controle Operacional, proporcionando ao agente acionar apoio mais próximo para abordagem do veículo.

Benefícios futuros

A fiscalização tem papel fundamental para o controle do excesso de peso e, consequentemente, no aumento da vida útil do pavimento, diminuindo os custos com manutenções. Com a nova tecnologia, gastos anuais da ordem de R$ 220 milhões serão reduzidos no mínimo em 50% após a coibição do excesso de peso. Essa quantidade excessiva também acarreta, além da deterioração do pavimento, na redução da velocidade e na capacidade de frenagem dos veículos, comprometendo a segurança de todos nas rodovias.

Serão firmados convênios entre Polícia Rodoviária Estadual, DER, Segurança Pública, Sefaz, dentre outros, para realizar fiscalizações pontuais e estratégicas em locais identificados pelo sistema de monitoramento de trânsito com maiores índices de irregularidades da frota. Esse sistema de monitoramento e rastreabilidade tem o objetivo de proporcionar os cruzamentos dos dados obtidos pela leitura automática de placa e pela Nota Fiscal em consulta à Sefaz, podendo comparar o peso identificado pelos sensores com o peso descrito no documento.

Além da redução de acidentes de trânsito fatais; auxílio ao policiamento; rastreabilidade de placas; cruzamento de dados; diminuição de roubo de cargas; domínio de cargas controladas; controle de fronteiras; controle de práticas de excesso de peso; diminuição do desgaste do pavimento; existem outros benefícios previstos, entre os quais: contagem volumétrica; previsibilidade de fluxo veicular e taxa de ocupação das vias.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter