Rodrigo Valadares comemora retorno às sessões presencias na Alese e faz balanço de 1° semestre

Nesta segunda-feira, 10, iniciou a retomada das sessões ordinárias presenciais na Assembleia Legislativa de Sergipe, em razão da redução de novos registros de infectados pela covid-19 no Estado, além do número de óbitos.

 

Durante discurso no plenário, o deputado estadual, Rodrigo Valadares, declarou estar esperançoso com a retomada e os resultados que trará o novo semestre.

 

“É uma felicidade estarmos todos reunidos nas sessões presenciais. Estou com muita esperança de que esse segundo semestre de sessão legislativa será muito produtivo. A gente sabe o quanto foi perdido com as sessões mistas, os grandes debates ficaram um pouquinho prejudicados. Mas a gente volta a ter esperança, com a pandemia chegando ao fim, com fé em Deus, que grandes debates voltarão a ser travados na Casa do povo”, disse.

 

Durante entrevista ao jornalista Márcio Prata, na noite da última segunda-feira (09), o parlamentar fez um balanço do primeiro semestre na Alese, apontando pontos positivos e negativos. “Nós tivemos alguns avanços no primeiro semestre, só que com a pandemia muito das pautas ficaram, naturalmente, absolvidas. Não poderia ser diferente, é o assunto mais importante do momento, são vidas e empregos que estão em jogo”.

 

Dos avanços que ocorreram, Rodrigo destacou a Lei do Compliance, de sua autoria, junto com os deputados Luciano Bispo e Garibalde Mendonça. Segundo ele, a lei que já está em vigor garante mais transparência na administração pública e ajuda a combater a corrupção.

 

“Hoje, uma empresa para prestar serviços ao Governo do Estado tem que ter um selo de empresa correta, mostrando que segue a legislação e que cumpre as boas práticas administrativas. Assim, a população terá o dinheiro de seus impostos preservados”, explicou.

 

 

 

 

Por Luísa Passos, assessora de imprensa

Foto: Jadilson Simões

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta