Rosário do Catete apresenta programa pioneiro na educação sergipana

Em uma solenidade realizada na sexta-feira (16), no ginásio de esportes do município de Rosário do Catete, foi apresentado o Programa de Auxílio Escolar (PAE). O programa tem como objetivo potencializar o número de matrículas na rede pública municipal, além de proporcionar adequação aos aspectos pedagógicos integrando alunos, pais, professores e comunidade em geral.

 

De acordo com o idealizador do programa, o secretário municipal de Planejamento , Orçamento e Gestão, Wagner Quintela, o PAE é inovador e pioneiro em Sergipe. “O Programa de Auxílio Escolar será fundamental para fomentar matrículas, além de contribuir para garantir a permanência do aluno em suas respectivas escolas, reduzindo a evasão escolar. Além disso, o programa também vai impulsionar a economia local, pois o benefício, que será recebido via cartão, só poderá ser utilizado no comércio de Rosário do Catete. Uma forma de garantir os empregos no comércio local.  Assim, ganha a educação, ganha a economia, ganha todos os rosarenses”, comemorou Wagner Quintela.

 

Após a apresentação oficial do Programa de Auxílio Escolar (PAE), onde o idealizador entregou o projeto de lei ao prefeito interino de Rosário do Catete, Magno Viana Monteiro dos Santos e ao secretário municipal de Educação, Elton Lima da Silva. O PAE vai pagar aos responsáveis pelos alunos o benefício no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais) por aluno matriculado na rede pública municipal. A rede pública municipal oferta educação infantil, ensino fundamental e educação de jovens e adultos. O benefício será mensal, distribuído por um cartão magnético, e não será limitado ao número de filhos matriculados. Para cada filho matriculado, um benefício será gerado para ser usado no comércio de Rosário do Catete. Atualmente, o município de Rosário do Catete possui 2.100 alunos matriculados.

 

O prefeito interino Magno Monteiro disse que na segunda-feira (19) vai protocolar o projeto de lei na Câmara de Vereadores. “Vamos aguardar a aprovação, pois entendemos a sensibilidade dos vereadores, para agilizar o pagamento, que se tudo acontecer dentro do cronograma, será efetuado ainda no final deste mês de julho. Esse programa reforça a permanência dos alunos na escola, pensando no futuro, além de fomentar a economia local”, apontou o prefeito interino.

 

A mãe de aluno matriculado na rede pública municipal e representante do Conselho Municipal de Educação, a dona de casa, Cristiane Santos, não escondeu sua alegria em ver mais um programa social ser apresentado em Rosário do Catete. “Agradeço pela iniciativa deste programa, que vai ajudar, e muito, as famílias rosarenses, que enfrentam este momento delicado da economia nacional provocado pela pandemia do coronavírus. Nós que somos mães, sabemos os esforços executados no dia a dia, e que este programa vai nos ajudar bastante”, afirmou.

 

A solenidade, que utilizou as recomendações das autoridades sanitárias para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), contou com a participação dos vereadores Willamis Cruz Da Silva (Mi cabeleireiro) e Rafael Dantas de Souza, dos secretários municipais, diretores, coordenadores e demais funcionários das escolas municipais, além da presença de alguns pais e/ou responsáveis pelos alunos matriculados. O número de pessoas na solenidade foi limitado para evitar aglomerações conforme orientações presentes na Resolução nº 24 do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae)

 

Por Keizer Santos

Fotos: Paulo Moura

Publicidade:

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta