Pular para o conteúdo
Início » Sargento Byron confirma pré-candidatura a deputado federal por Sergipe

Sargento Byron confirma pré-candidatura a deputado federal por Sergipe

Em ato realizado em Aracaju, na Coroa do Meio, com familiares, amigos e apoiadores, na noite dessa quinta-feira, 21, o atual vereador, Sargento Byron (Republicanos), confirmou sua pré-candidatura a deputado federal por Sergipe. A definição do nome do sargento da Polícia Militar de Sergipe e fundador do projeto social Estrelas do Mar ocorreu após longo processo de diálogo e construção, onde se chegou à conclusão que o vereador deveria aceitar o desafio proposto pela presidência nacional do partido o qual é filiado. Nitidamente emocionado após a definição, Byron reforçou que vai à disputa por uma vaga na Câmara Federal, com o intuito de ajudar a tornar Sergipe num estado mais justo, inclusivo, com oportunidades para todos os seus cidadãos e, principalmente, forte e respeitado nacionalmente.

Em sua fala como oficialmente pré-candidato a deputado federal, Byron expôs um pouco dos desafios da política e reforçou a importância de Sergipe ter, na Câmara Federal, pessoas que representem de verdade todos os sergipanos e sergipanas. “Estar na política em Sergipe não é uma tarefa fácil. Você tem que navegar lentamente para conseguir alcançar um objetivo e, assim, ajudar a transformar essa realidade que está aí, deixando todos os cidadãos descrentes, insatisfeitos, sem esperança. As coisas na política em Sergipe não funcionam como a grande maioria das pessoas pensam. Mas eu estou na Câmara Municipal de Aracaju lutando contra os gargalos, enfrentando os desafios e fazendo com que os que estão com a caneta na mão entendam a verdadeira realidade do povo. Às vezes, meus amigos, nós temos muita vontade de fazer, levamos as demandas, cobramos, fiscalizamos, mas fazem questão de deixá-las lá, paradas, engavetadas, até que caiam no esquecimento. Mas eu não esqueço. E todas as demandas que chegam até mim são levadas e cobradas até os últimos instantes. Estou colocando meu nome para a Câmara Federal para colocar o povo num local de respeito, tendo um mandato federal para dar a voz aos que precisam de verdade”, disse.

Byron defendeu suas pautas, reforçando a necessidade de estar na política nacional para fazer com que elas avancem. “Tem sergipano passando fome. Tem pessoas com deficiência sofrendo acidentes por falta de acessibilidade. Tem jovens indo para o mundo da criminalidade porque não têm políticas públicas socioassistenciais voltadas ao esporte, à qualificação, ao emprego e à renda eficientes capazes de oportunizá-los e transformar suas realidades. Tem criança e adolescente com autismo querendo estudar, mas não tem professor auxiliar e nem estrutura necessária. Tem mulher sofrendo feminicídio porque ainda é necessário uma efetivação das leis brasileiras. A maior parte dos nossos representantes na Câmara Federal é de pessoas que não conhecem as camadas sociais do nosso estado. Eu serei um deputado federal gente como a gente. Que sabe o que é driblar as adversidades quando a coisa aperta. Que sabe o quanto o povo sofre com a violência. E eu quero muito chegar na Câmara para lutar por um Sergipe melhor e por um Brasil de oportunidades”, reforçou.

Byron assumiu o seu compromisso com a coletividade, reforçando a necessidade das construções políticas serem feitas  com as pessoas, com opiniões diversas e colocando os cidadãos como protagonistas do processo. “Quando recebi o convite da presidência nacional do meu partido, eu disse: eu não posso dar uma resposta sem antes conversar com as pessoas, com os meus apoiadores, com minha família e com aqueles que acreditam no meu projeto. E assim o fiz. Reuni o máximo de pessoas possível para discutirmos os próximos passos na política. E chegamos a conclusão de que o meu nome é necessário na disputa por uma vaga na Câmara Federal. Eu acredito muito nessa forma de fazer política. As pessoas precisam participar, opinar. Somos apenas representantes. Mas os nossos mandatos não nos pertencem. São do povo. Pena que nem todo político enxerga sob essa perspetiva”, lamentou.

O pré-candidato afirmou que continuará lutando a favor das pessoas com deficiência, da valorização e respeito dos profissionais da segurança pública, fortalecimento do esporte, desenvolvimento socioeconômico de Sergipe, contra a corrupção, do bom funcionamento do serviço público e, principalmente, por um estado onde as pessoas tenham seus direitos assegurados. “É muito sofrimento. Por onde eu ando vejo o quanto as pessoas estão tristes, sem perspectivas. Sergipe está agonizando. As pessoas querem novos nomes que saibam, de fato, o que elas querem e defendam suas lutas. Eu tenho muito definidas as minhas principais pautas de atuação, mas eu coloco o meu nome para ser um defensor do povo”, reforçou.

Na ocasião, Sargento Byron também enfatizou a necessidade de enfrentar a violência política e respeitar a democracia. “Vivemos em um país que tem sua própria Constituição e que devemos respeitá-la, acima de qualquer coisa. A democracia é necessária. Precisamos respeitá-la. Eu sou a favor de um país onde as pessoas possam ter o seu direito de escolha respeitado, sem brigas, sem discriminação. Cada cidadão tem suas convicções, seus ideais, suas lutas. É preciso respeito”, finalizou.

Fotos: Edilson Honório

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter