Secretário da Educação recebe do MPE e MPT equipamentos tecnológicos para alunos desenvolverem projeto Escola Mais Segura

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, recebeu na manhã desta terça-feira, 9, uma doação de equipamentos tecnológicos feita pelo Ministério Público do Estado e pelo Ministério Público do Trabalho. A entrega foi realizada no gabinete do procurador-geral de Justiça do MPSE, Manoel Cabral Machado Neto, e contou também com as presenças da promotora de Justiça da Infância e da Adolescência do MPSE, Lilian Carvalho, da diretora do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase/Seduc), Eliane Passos, e da coordenadora do Serviço de Projetos Escolares em Direitos Humanos (SEPEDH), Adriane Damasceno.

Durante o encontro foi entregue um kit contendo 12 smartphones e 12 iluminadores com tripé, equipamentos que deverão ser destinados para que alunos e professores da rede estadual utilizem no projeto “Escola Mais Segura: um cuida do outro”, o primeiro concurso audiovisual e literário da rede estadual de educação que será lançado pela Seduc. Através desse concurso, os estudantes produzirão vídeos e redações que traduzam as recomendações do protocolo sanitário de retorno às atividades presenciais, com seu olhar e linguagem próprios, no intuito de cultivar um ambiente escolar seguro e acolhedor no momento da retomada para toda comunidade escolar.

O secretário Josué Modesto agradeceu a parceria e disse que os equipamentos serão de grande utilidade para o desenvolvimento dos trabalhos dos alunos nesse projeto. “Nós ficamos muito sensibilizados com o apoio e a parceria que o Ministério Público Estadual e o Ministério Público do Trabalho, pois compartilhamos das mesmas preocupações com o efetivo funcionamento das nossas escolas. Elaboramos os protocolos de segurança para o retorno às aulas presenciais e esse material que nos está sendo entregue hoje será muito útil para que os nossos alunos, através desse concurso audiovisual que será lançado, melhor se apropriem desses conhecimentos sobre os protocolos”, declarou.

O procurador-geral de Justiça do MPSE, Manoel Cabral Machado Neto, destacou que é necessário pensar na evolução da tecnologia em sala de aula. “Nada melhor, nessa iminência de retorno às aulas presenciais, que fazer uma ação como esta. Com esse concurso audiovisual será possível trazer uma consciência maior para os jovens sobre os protocolos de retomada. A gente pede que os professores e alunos façam o melhor uso desses equipamentos para a educação”, disse.

A promotora de Justiça da Infância e da Adolescência do MPSE, Lilian Carvalho, explicou que esses equipamentos foram adquiridos com recursos oriundos de transações e acordos realizados em processos ou procedimentos administrativos, “como uma forma de reparação de dano social”. Ela também falou sobre a importância dessa doação para a Seduc. “A educação é o caminho de mobilidade social mais efetivo. É importante que os alunos possam ter esse material para desenvolverem o projeto Escola Segura. Em algum momento eles terão que retornar às aulas presenciais ou híbridas, claro que obedecendo todas as regras sanitárias. É fundamental que os próprios estudantes, especialmente os da rede pública, que têm uma certa dificuldade de acesso à tecnologia, possam ser estimulados com esse concurso para que possam desenvolver, em uma linguagem própria, essa consciência coletiva de respeito e cuidado com o outro”, afirmou.

Concurso

O I Concurso Audiovisual e Literário da Rede Estadual de Educação, intitulado “Escola Mais Segura: um cuida do outro”, será lançado pela Seduc, por meio do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase) e Departamento de Recursos Humanos (DRH). Ele será destinado a alunos e professores da rede estadual que estão em atividades educacionais remotas e que precisam se apropriar das recomendações sanitárias para o retorno presencial com segurança e cuidado. Por meio dele, os alunos poderão colocar em uma linguagem própria, através de produções literárias e audiovisuais, os protocolos de segurança sanitária para a retomada das aulas presenciais.

A ação terá como objetivo identificar, valorizar e dar visibilidade à produção audiovisual, literária e artística dos estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino. O concurso ocorrerá em duas fases: Regional e Estadual, nas categorias Criação Literária e Criação Audiovisual. O público-alvo serão os alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental (EJA e Regular) e Ensino Médio (Integral, EJA, Pré-Universitário e Regular).

Serão premiados com medalhas e certificados os cinco melhores trabalhos gerais de cada Diretoria Regional de Educação (DRE). Mais informações relativas ao concurso serão divulgadas quando o edital for lançado.

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

 

Publicidade:

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta