Secretário de educação de Sergipe se reúne com gestores de escolas do centro sul

Dando continuidade ao movimento de diálogo com os gestores das escolas da Rede Estadual de Educação, o secretário Josué Modesto dos Passos Subrinho realizou na tarde dessa terça-feira, 13, reunião virtual com os diretores de unidades de ensino do Centro Sul Sergipano, circunscritas à Diretoria Regional de Educação 2 (DRE 2). A série de encontros, denominada “Diálogos com o Secretário”, tem como objetivo construir soluções coletivas para continuar enfrentando os desafios em quase um ano e meio de pandemia do novo coronavírus, bem como estreitar os laços entre os gestores das escolas e a Seduc.

 

O professor Josué Modesto destacou que esses encontros são necessários para ouvir os diretores e também fazer algumas considerações gerais sobre a política da Secretaria de Estado da Educação. A sua explanação teve como tema “Educação como Política de Estado e indicadores pedagógicos”, na qual o secretário iniciou pontuando algumas das ações que a Seduc realizou para transformar a Educação como uma política de Estado. Uma delas foi a seleção para diretores de escolas e de diretorias regionais de educação.

 

“Antigamente, a escolha dos gestores educacionais era tida como uma escolha política. O problema dessa prática é que enfraquecia os dirigentes como pessoas que se responsabilizam em coordenar equipes para atingir objetivos educacionais e ter uma educação pública de qualidade. Agora eles são escolhidos a partir de processo seletivo, e a gente espera que isso se perpetue e se consolide como política de estado. Nosso único compromisso é com a melhoria da educação pública”, afirmou.

 

O secretário explicou ainda outras ações da Seduc, como: contratação de professores substitutos; o Regime de Colaboração entre Estado e municípios; o Programa Alfabetizar pra Valer; o Sistema de Avaliação da Educação Básica de. Sergipe (Saese); ICMS Social; Programa Sergipe na Idade Certa; Educação de Jovens e Adultos; Sistema de Avaliação da Educação Básica e Indicadores Pedagógicos; e o Educação Mais Conectada.

 

O ponto mais debatido entre o secretário e os gestores escolares foram os indicadores pedagógicos das unidades de ensino, em especial a situação dos alunos em risco escolar; a situação do preenchimento dos Diários Eletrônicos de Classe; e a questão da distorção idade/série. Josué Modesto mostrou os índices pedagógicos de toda a rede e, especificamente, das escolas da DRE 2, cujos gestores participaram da reunião.

 

O superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, destacou a necessidade de se debruçar sobre os indicadores pedagógicos para ter uma noção da realidade das escolas. “Essa é uma oportunidade muito boa para a gente fazer esse tipo de devolutiva às escolas e discutir problemas que nos são relatados. Quero reafirmar a importância dessa iniciativa com os indicadores, que são uma bússola para a gente. Colocados em um contexto, eles são informações bastante relevantes e nos sinalizam um caminho”, declarou.

 

A diretora da DRE 2, Daniela Santos Silva, falou sobre a importância desse diálogo, em que foi analisada a realidade de cada escola, individualmente, traduzida em números. “Esse é um momento crucial em que estamos tendo esse contato com o secretário Josué Modesto. Trabalhar com indicadores pedagógicos é algo imprescindível para a melhoria e o desenvolvimento das nossas escolas. Temos buscado trabalhar com os gestores a formação e qualificá-los cada vez mais. Os dados são desafiadores para todos, e o gestor escolar não pode perder de vista as ações que estão desenvolvendo e as novas ações que precisam ser pensadas”, disse.

 

Diálogo

Publicidade:

 

Os gestores escolares aproveitaram o momento para dialogar com o secretário sobre os índices pedagógicos de suas escolas e pontuar as ações desenvolvidas. José Edson Oliveira Siqueira, diretor do Colégio Estadual Luiz Alves de Oliveira, em Lagarto, falou sobre os desafios de sua gestão desde que assumiu a direção. “Nós temos tentado integrar e trazer os professores e alunos para junto da gestão e despertar em todos eles um sentimento de pertencimento à escola. Nesse período de pandemia e aulas não presenciais, nós sempre estivemos em contato com os pais dos alunos. E para aqueles estudantes que tinham dificuldades de acesso à internet, nós disponibilizamos o material impresso”, explicou.

 

Outros gestores aproveitaram também para mostrar ao secretário a gratidão pelas melhorias nas escolas. Foi o caso de Solange Dias Santos, diretora da Escola Estadual Doutor Evandro Mendes. “Nós queremos agradecer pelos investimentos que o Governo tem feito na educação. A nossa escola já teve algumas melhorias, graças aos recursos que recebemos do Profin, e agora temos uma reforma prevista para acontecer. Esperamos que dê tudo certo”, disse.

 

O professor Fernando de Assis Silva, diretor da Escola Estadual Senador Leite Neto, também compartilhou sua opinião. “Esse é um bom momento para socializar informações com o secretário e nos mostrar gratos por tudo o que aconteceu neste ano. Queremos agradecer pelos recursos enviados. Estamos vivendo um momento muito proveitoso e, quando recebermos os alunos nas aulas presenciais, vamos ver o brilho nos olhos deles”, declarou.

 

Encontros

 

A série de encontros “Diálogo com o Secretário” teve início na segunda-feira, 12, com unidades de ensino circunscritas à Diretoria Regional de Educação 7, no território do Alto Sertão sergipano. Outras escolas da DRE 7 também participaram da reunião realizada na manhã de terça-feira, 13. Na quinta-feira, 15, será a vez da DRE 9, às 14h, e DRE 1, às 16h. No dia 16, às 14h, o encontro será com gestores da DRE 4, e às 16h, com os demais gestores da DRE 1. Ainda estão em fase de agendamento as reuniões com os diretores de escolas da DRE 8 e da DEA.

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

 

 

 

 

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta