Pular para o conteúdo
Início » Sérgio Reis afirma que ainda não decidiu se será candidato

Sérgio Reis afirma que ainda não decidiu se será candidato

Na manhã desta terça-feira, 10, o ex-deputado federal Sérgio Reis (PSD) concedeu entrevista ao radialista Raimundo Moraes, da Rádio Liberdade FM, 100.3 FM, para falar sobre as eleições de 2022 no estado de Sergipe.

Na entrevista, Sérgio explanou sua saída do MDB para o PSD.

“Foi uma decisão tranquila, pois tenho uma ótima relação com Fábio Mitidieri  e Belivaldo Chagas. Estamos conscientes do nosso papel e estamos trabalhando para o engrandecimento do PSD em Sergipe, não só na questão do Governo do Estado, mas também para elegermos o maior número de deputados estaduais e federais”, disse.

Sobre a desistência da deputada Goretti Reis no processo de reeleição e o seu nome ser apontado como possível pré-candidato do agrupamento Saramandaia, Sérgio afirmou que:

“Fomos pegos de surpresa, próximo da eleição. Confesso que não estava nos meus planos nenhum tipo de candidatura, estava trabalhando para o fortalecimento da candidatura da deputada Goretti Reis e do deputado Fábio Reis, em Lagarto, mas com a saída de Goretti, precisamos preencher essa vaga. Eu sou um homem de luta, de grupo, tenho muitos serviços prestados em Sergipe, apesar de não ter me preparado, é uma oportunidade, mas não posso dizer que sim ou que não, neste momento. A minha pretensão era desenvolver um projeto político para disputar como prefeito de Lagarto em 2024, para trabalhar questões sociais do município, os problemas acometidos pela atual gestão e buscar soluções. No próximo domingo, irei me reunir com o grupo, amigos, correlegionários, a fim de escolher o melhor nome para disputar”, afirmou.

Na entrevista, Sérgio também comentou o pedido do governador Belivaldo Chagas  e de Fábio Mitidieri para que ele seja pré-candidato a deputado estadual.

“Foi uma sugestão, até porque o PSD precisa de um candidato para eleger o maior  número de candidatos estaduais e sabendo que Lagarto é uma cidade de quase 80 mil eleitores, é fundamental um representante da terra para poder atingir o coeficiente eleitoral. Como eu estou à frente do agrupamento e já tenho um trabalho desde a eleição anterior, torna-se mais fácil para o agrupamento a escolha do meu nome. Mas, volto a dizer que é uma honra estar sendo convocado neste momento, no entanto, eu ainda não decidi. É uma decisão muito difícil e vamos ouvir o agrupamento”.

Em relação ao apoio do deputado Gustinho Ribeiro a Fábio Mitidieri como candidato ao Governo de Sergipe:

“O primeiro grupo a apoiar Mitidieri fomos nós. Sempre estivemos à frente das discussões para o nome dele como representante do grupo. Mitidieri questionou se havia um veto ou impeditivo da nossa parte sobre o apoio de Gustinho, dissemos que não. Eu só quero que ele cumpra a palavra conosco, pois o palanque dele em Lagarto, também é o nosso. Fora isso, não tenho nenhum problema do grupo dele votar em Fábio Mitidieri. Claro, numa cidade polarizada como Lagarto, entre Saramandaia e Bole Bole, há eleitores que não aceitam esse tipo de acordo, tanto de um lado como do outro, mas o importante é que a gente trabalhe para desenvolver ainda mais  Sergipe, dando continuidade ao trabalho do governador Belivaldo Chagas que conseguiu sanar diversos problemas administrativos do estado, colocando Sergipe numa  capacidade excelente de investimentos e grandes obras na área de infraestrutura. É importante que Mitidieri dê continuidade ao projeto”, concluiu.

Por Diego Mota

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter