Socioeducando da Fundação Renascer ganha 1º lugar em Concurso Audiovisual da SEDUC

O vencedor do I Concurso Audiovisual e Literário da Rede Pública Estadual de Sergipe foi um socioeducando da Fundação Renascer. O jovem E. L. M. de 20 anos, que ganhou em 1º lugar na categoria Criação Audiovisual, produziu um vídeo de 1´54s, com o título “Pandemia: essa novela terá um final feliz”. Ele cumpre medida socioeducativa na Unidade de Semiliberdade Comunidade São Francisco de Assis (CASE II) e, no vídeo, abordou o retorno às aulas presenciais na comunidade estudantil da rede estadual de ensino, levando em consideração as normas de biossegurança contra o coronavírus. Com o tema “Escola Mais Segura: Um cuida do outro”, o concurso foi realizado pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura – SEDUC.

Para E. L. M., o jovem socioeducando vencedor do concurso, a conquista é fruto do estímulo educacional oferecido pela unidade. “O momento define o quanto a unidade vem trabalhando para nos proporcionar excelentes resultados. Estou muito feliz por ter conquistado o primeiro lugar neste concurso. Também gostaria de agradecer o apoio da unidade por todo o processo realizado para alcançar esse resultado. Essa vitória irá ajudar a mudar a visão da sociedade com relação às pessoas que cumprem medidas. Estou bastante motivado. Gratidão!”, disse o socioeducando, que ganhou na categoria Criação Audiovisual, direcionada aos estudantes dos 8ºs e 9ºs anos do Ensino Fundamental (EJA e regular).

Conforme o diretor da unidade de semiliberdade CASE II, Ronaldo José, o resultado do concurso é motivo de orgulho e bastante motivação. “Primeiramente, muito orgulhoso pelo adolescente, por ele ter aceitado o desafio e acreditado no potencial dele e da equipe. Depois, tenho uma sensação de esperança em relação à medida socioeducativa. Somos tão desmotivados o tempo todo, que uma conquista dessa nos traz ânimo para lutar pelo fortalecimento do sistema socioeducativo e a certeza de que é, sim, possível fazermos socioeducação e colhermos bons frutos desse processo”, afirmou.

Durante um turno, os alunos assistem às aulas das disciplinas curriculares em escolas da rede pública estadual de Sergipe, vinculadas à Seduc, e no turno inverso realizam oficinas de ressocialização na CASE II. A unidade vem desenvolvendo atividades pedagógicas semanalmente para os socioeducandos, como: oficina de roteirização; aula de percussão; peças comerciais; programa de rádio; oficina de teatro; rodas de conversas; atividades religiosas; momento gourmet, artes marciais e atividades voltadas a ações ambientais.

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta