Pular para o conteúdo
Início » Tecnologias permitem que 77% das manutenções na rede elétrica ocorram sem o desligamento da rede elétrica

Tecnologias permitem que 77% das manutenções na rede elétrica ocorram sem o desligamento da rede elétrica

De janeiro a maio deste ano, a Energisa Sergipe realizou mais de 5 mil manutenções preventivas na rede elétrica para garantir o fornecimento de energia de qualidade. A manutenção preventiva contribui para a melhoria do serviço fornecido ao sergipano e reduz a incidência de ocorrências de falta energia.

O serviço de manutenção envolve a instalação e substituição de componentes como isoladores, cabos, postes e até a poda de árvores. Dependendo da característica da atividade, é preciso desligar a energia para que seja executada de forma segura tanto para os colaboradores, quanto para os moradores. O uso de tecnologias permitiu que 77 % das manutenções ocorressem sem o desligamento da energia elétrica.

O gerente de Construção, Manutenção e Distribuição da Energisa, Thyago Tanouss, explica que a empresa busca sempre investir em novas tecnologias, a exemplo do Mega Jumper, que é um dispositivo que permite o isolamento do trecho que será realizada a melhoria da rede elétrica, além de treinamento de equipes especializadas em trabalhar com a rede energizada.

“Para realizar a manutenção ou construção na rede elétrica, a equipe técnica especializada utiliza ferramentas e métodos de trabalho avançados que possibilitam realizar a intervenção com a rede energizada, sem a necessidade de desligar. Para isso, as equipes, chamadas de “equipes de linha viva”, recebem diversos treinamentos e utilizam equipamentos de proteção individual específicos para esse tipo de trabalho, com atenção total na segurança para que o cliente continue utilizando energia normalmente, porém, há casos em que o desligamento é a melhor técnica”, explica Thyago.

Ainda segundo Thyago, será realizada a compra, ainda este ano, de uma subestação móvel que será utilizada nas manutenções preventivas ou reformas nas subestações, evitando o desligamento programado, garantido a disponibilidade do fornecimento de energia dos clientes.

Em situações que não é possível utilizar essas técnicas e equipamentos, é necessário realizar o desligamento da rede de forma programada. Para isso, a Energisa informa os clientes com 72 horas de antecedência sobre o desligamento programado por meio do site da Energisa, avisos em rádios, carros de som e, em alguns casos, cartas e envio de SMS. O intuito é que os clientes possam se planejar para o intervalo em que a rede elétrica estará desligada.

Nos avisos de desligamento programado são informadas as regiões que receberão a melhoria, a hora de início e previsão do horário de finalização do serviço, que pode retornar antes do previsto. O desligamento da rede elétrica é adotado para garantir a segurança dos profissionais da empresa e, também, da população.

“É muito importante que o cliente mantenha os dados atualizados, a exemplo do e-mail e telefone, para receber esses avisos de desligamento e programar as suas atividades”, orienta Thyago.

Além do desligamento programado, que é uma melhoria na rede elétrica, o sistema pode ser interrompido por um desligamento emergencial, muitas vezes causado por ações climáticas ou mesmo acidentes de trânsito. Nesses casos, é preciso atuar de forma rápida e não há tempo hábil para informar os clientes sobre a necessidade de desligamento da rede. “Nessas situações, tentamos realizar o reparo no menor tempo possível, porém, adotando todas as medidas de segurança para preservar tantos os profissionais quantos os clientes. Para isso, usamos tecnologias e equipamentos que ajudam a reduzir o tempo do serviço”, diz Thyago.

Canais de atendimento

Site: energisa.com.br
www.gisa.energisa.com.br
Aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular)

Call Center: 0800 079 0196

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter