Imprensa24h 25 de setembro de 2018

No último sábado, dia 22 de setembro, a justiça negou a tentativa do candidato Valadares Filho e a sua coligação de impedir a veiculação em redes sociais de uma matéria investigativa que denuncia um suposto esquema de uso de empresas fantasmas contratadas pelo seu gabinete.

Segundo a matéria disponível na página de Facebook blog do Thiago Reis, gráficas que não funcionam nos endereços indicados nos documentos teriam recebido mais de R$ 300 mil diretamente do gabinete do deputado federal Valadares Filho.

Contudo, o que chama mais atenção na matéria é o fato destas gráficas pertencerem à irmã da chefe de Gabinete do Senador Valadares, mostram além do possível mal uso do dinheiro a relação familiar que há nas ações. Além disso, a investigação jornalística destaca também que mais integrantes desta mesma família estão alocados no gabinete do senador.

Sem explicar o que de fato ocorreu, Valadares Filho acionou a sua assessoria jurídica para entrar imediatamente com recurso contra a manutenção do vídeo no ar. O pedido de liminar foi negado e o processo segue em análise na Justiça.

A negativa do juiz responsável pelo caso neste primeiro momento joga um balde de água fria nas intenções do candidato e dá uma esperança no sentido de mostrar que a liberdade de imprensa segue garantida e que nenhuma censura calará a voz dos meios de comunicação.

Por. Nélio Miguel Jr

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*