Valorização e atuação do Pedagogo

No dia 20 de maio, comemoramos o DIA DO PEDAGOGO. Mesmo sendo tão antiga e fundamental para a formação de milhões de pessoas, infelizmente essa não é uma data que tenha destaque com grandes comemorações, propagandas televisivas ou matérias de jornais. 

 

A população em massa enxerga a Pedagogia como uma profissão para atuar somente em sala de aula ou em ambientes escolares. Como opção de graduação, tem suas vantagens por ser um curso financeiramente mais em conta, pela quantidade de vagas em concurso público na área de educação e pela quantidade de escolas no Brasil, levando em consideração que o Censo aponta que existem no país, cerca de 179.533 escolas de educação básica.  

 

Você consegue imaginar o mundo sem pedagogos? Como seriam alfabetizadas as crianças, jovens, inclusive um número considerável de adultos? Todo profissional formado, seja ele qual for, passou pelos ensinamentos de um Pedagogo. Percebemos assim, a importância desse  profissional que tem a competência para preparar a base para um futuro promissor de milhares de pessoas. 

 

Já diz Libâneo (2001a), o Pedagogo é o profissional que atua em várias instâncias da prática educativa, direta ou indiretamente ligadas à organização e aos processos de transmissão e assimilação ativa de saberes e modos de ação, tendo em vista, objetivos de formação humana definidos em sua contextualização história. 

 

No entanto, essa profissão de tanta relevância, tem inúmeras outras opções de atuação. Assim, além de escolas e educação básica, o Pedagogo pode atuar em áreas como: 

 

Hospitais, onde em conformidade com a Resolução nº. 41 de outubro de 1995, no item 9, diz que o “Direito de desfrutar de alguma forma de recreação, programas de educação para a saúde, acompanhamento do currículo escolar durante sua permanência hospitalar”. Assim muitos hospitais, já vem contratando esse profissional, de forma que seus pacientes possam aprender, desenvolver, trabalhar o emocional, humanístico e social mesmo em leitos hospitalares;  

Empresas, desenvolvendo projetosdando suporte à estruturação das mudanças, ampliação e aquisição de conhecimento no espaço organizacional. Várias empresas de grande porte, já contrata esse profissional, que por muitas vezes atua junto ao Recursos Humanos. Temos como exemplos de algumas empresas, o grupo Assaí, Vale, Energisa, Petrobrás, entre muitas outras. 

Presídios, de acordo com a Lei 7210/84, Seção V, Art. 17, diz que “A assistência educacional compreenderá instrução escolar e a formação profissional do preso e do internado.”, o que obriga sala de aula em todos os presídios, onde o pedagogo atua como professor e incentivador no projeto de ressocialização e como coordenador pedagógico, acompanhando todo o processo de desenvolvimento dos trabalhos, demandando atividades e compilando informações e dados para fins de relatórios e sistemas. Além disso, é válido ressaltar que para atuar como Diretor em presídios, são aceitas apenas duas graduações, sendo elas, Direito ou Pedagogia;  

Publicidade:

ONGs, contribuindo na elaboração, desenvolvimento e avaliação de programas. Elaborando diretrizes, objetivos e metodologias, principalmente as que desenvolvem práticas educativas de intervenção com os diferentes contextos sociais; 

Mídias Educativas, contribuindo com a elaboração de programas e projetos. A mídia educativa é um meio através do qual se transmite ou constrói conhecimentos. Houve durante muito tempo, uma certa rejeição quanto a tecnologia no ambiente educacional, mas essa percepção mudou e muito.  As mídias educativas, vem favorecendo a relação ensino-aprendizagem, e o pedagogo atua de forma a analisar as particularidades, estimulando a considerando diferente culturas e formas de aprender, sempre atento ao ser humano, no âmbito intelectual e emocional;  

Políticas Educacionais, estando diretamente ligados às Políticas Públicas, desenvolvendo ricos e desafiadores programas, objetivando alcance de índices favoráveis ao crescimento de um país, estado e sociedade. Trabalhando em consonância aos órgãos competentes que “determinamo padrão de proteção social implementado pelo Estado, voltadas em princípio, à redistribuição dos benefícios sociais (INEP, 2006, p. 165).  

Instituições de Ensino Superior, como Coordenador de Curso, Coordenador Acadêmico, Coordenador Pedagógico, responsável por Arquivo, Diretor, Secretário e Docente, Gestor e Supervisor por entender todo o contexto que perpassa pela Educação, da estrutura ao ensino.  

Docência no Ensino Superior, além da sala de aula ainda contribui em Colegiados, NDE – Núcleo Docente Estruturante, participa na construção de PPC – Projeto Pedagógico de Curso, PPI – Projeto Político Institucional, alguns denominam Projeto Profissional Interdisciplinar, PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional, atuam também em CPA – Comissão Permanente de Avaliação, Conselhos, dentre outros vastos setores e núcleos existentes nas instituições.  

Consultor Educacional – atua como responsável em adequar as novas metodologias às instituições de ensino ou organizações, sempre de acordo com o que o mercado contemporâneo e os órgãos competentes pedem (no mínimo), fazendo uma análise 360º, respeitando a visão, a proposta e orçamento da instituição. Como consultor ainda auxilia professores e diretores e alunos.  

Área Militar – Desenvolve atividades no planejamento e coordenação de projetos como: recebimento de aluno; seleção de instrutores; planejamento da equipe. Nessa área, o Pedagogo é bastante valorizado intelectualmente e financeiramente. 

Bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos”, conforme consta do artigo 2º e é reiterado no artigo 4º. Além das áreas supracitadas e suas formas de atuar, há outros espaços a exemplos: Indústrias, Fábrica de brinquedos pedagógicos, Turismo educacional, Teatro, Avaliador de Desempenho, Pesquisador Institucional, Educação indígena, Educação não formal e muito mais. 

 

É muito importante enfatizar quão rica é essa profissão que precisa e deve ser valorizada. Porquanto, podemos concluir que mesmo sendo uma profissão antiga, torna-se atual em todas as gerações, ou seja, contemporânea, pois ela foi, é, e sempre será importante para sociedade, com o papel de desenvolver valores humanos, bem estar social, e educação, o que nunca “saem da moda”. 

 

 

 

Dayse Xavier de Santana

Pedagoga Especialista

Consultora Educacional

daysesantana.concultoria@gmail.com

Rita de Cassia Cardoso

Pedagoga e Mestre em Educação

Coordenadora Pedagógica do Sergipetec

ritalelucvt@gmail.com

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

 

 

 

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta