“Verifiquem se todo o líquido foi injetado”, alerta Rodrigo Valadares sobre vacinação

Nesta segunda-feira, 09, o deputado estadual, Rodrigo Valadares, fez um alerta a população de Sergipe sobre a aplicação da vacinação responsável por combater à covid-19. O destaque se deu após o parlamentar tomar conhecimento de um caso que ocorreu em Aracaju, onde uma profissional não aperta a seringa para injetar o líquido imunizante. 

 

No alerta, o parlamentar apresenta um vídeo, publicado em suas redes sociais, onde mostra claramente o fato ocorrido.

 

“Chegou ao nosso conhecimento esse vídeo que estava nas redes sociais da Prefeitura de Aracaju, onde a profissional responsável não aperta a seringa para que a vacina seja devidamente administrada… Peço a todos que fiquem atentos quando chegar sua vez, confira se todo o líquido foi injetado”, destacou.

Rodrigo pediu ainda esclarecimentos a prefeitura do município sobre a situação vista e os reais motivos que levaram a não aplicação devida da vacina. Em nota, a prefeitura de Aracaju informou que a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) já identificou a profissional que aparece no vídeo sem administrar a dose da vacina, que esta será afastada do Programa Municipal de Imunização e o caso será encaminhado para o Ministério Público Estadual.

 

A mulher que acreditava estar vacinada também está sendo identificada, para que receba a dose da vacina imediatamente. Além disso, como forma de garantir que todas as pessoas que supostamente foram vacinadas por essa enfermeira tenham de fato tomado a dose, o deputado entrou em contato com a sua equipe jurídica para saber quais mecanismos podem ser adotados para que se faça essa verificação.

 

“Naturalmente, várias pessoas foram vacinadas por essa mesma profissional e precisamos averiguar se elas realmente receberam a dose ou não. Já entramos em contato com o nosso jurídico, lutaremos pela instauração de um processo administrativo que faça o levantamento destes usuários e buscaremos qual o melhor método para verificar se estas pessoas estão verdadeiramente imunizadas. Muitos aracajuanos podem ter sofrido o descuido e o prejuízo disso pode custar vidas”, finalizou.

 

 

Por Luísa Passos, assessora de imprensa

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta