Pular para o conteúdo
Entenda as novas regras para aposentadoria em 2024

Entenda as novas regras para aposentadoria em 2024

Entenda as novas regras para aposentadoria em 2024

Se aproximando do ano de 2024, aqueles que estão ansiosos para a aposentadoria devem estar cientes das mudanças que a Reforma da Previdência trouxe e como essas alterações impactarão suas vidas a partir do próximo ano. As regras de transição, aplicáveis a quem já trabalhava antes de 13 de novembro de 2019 e contribui para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), são cruciais na hora de calcular o caminho para a tão esperada aposentadoria.

Sistema dos Pontos

Uma das opções oferecidas pela Reforma da Previdência é a aposentadoria pelo sistema dos pontos, que exige a soma da idade com o tempo de contribuição. Em 2024, as mulheres precisarão atingir 91 pontos, com pelo menos 30 anos de contribuição, enquanto os homens deverão alcançar 101 pontos, com 35 anos no sistema do INSS. Vale ressaltar que os tempos mínimos no sistema do INSS permanecem inalterados.

Esses pontos aumentam anualmente. Em 2025, a somatória será de 92 pontos para mulheres e 102 para homens. Esse processo de transição persistirá até 2035, quando as mulheres deverão atingir 102 pontos e os homens, 105.

Aposentadoria por Idade Mínima

Outra alternativa é a aposentadoria por idade mínima, aplicável àqueles que não atingem os pontos, mas possuem o tempo de contribuição necessário. A partir de 2024, as idades mínimas serão de 58 anos e 6 meses para mulheres e 63 anos e 6 meses para homens. Essas idades aumentarão seis meses a cada ano, chegando a 62 anos para mulheres em 2031 e 65 anos para homens a partir de 2027.

Pedágio

As regras de transição conhecidas como “pedágio” continuam válidas no próximo ano. Elas beneficiam aqueles que estavam prestes a se aposentar. No pedágio de 50%, a pessoa estaria a dois anos da aposentadoria, exigindo pelo menos 28 anos de contribuição para mulheres e 33 para homens. A regra estabelece que a pessoa deve trabalhar por mais da metade do tempo que faltava para se aposentar.

No caso do pedágio de 100%, homens precisam atingir 60 anos de idade, e mulheres, 57. Se faltarem dois anos para a aposentadoria, os trabalhadores terão que permanecer no serviço por mais quatro anos.

Em meio a essas mudanças, é crucial que os trabalhadores estejam cientes das novas regras e planejem sua aposentadoria de acordo.

A reprodução do conteúdo é permitida mediante a divulgação integral do URL https://imprensa24h.com.br/ como fonte. Não são permitidas abreviações ou variações. O não cumprimento desta diretriz poderá resultar em processos legais conforme previsto pela lei.

O Portal Imprensa 24h: Sua Fonte Essencial para Notícias de Aracaju e Sergipe

As Principais Notícias em Sergipe

Instagram

Facebook

Twitter