Pular para o conteúdo
Mulheres assistidas pelo CRAS participam de oficina de crochê no RioMar Aracaju

Mulheres assistidas pelo CRAS participam de oficina de crochê no RioMar Aracaju

Ação Social

Mulheres assistidas pelo CRAS Benjamin Alves de Carvalho participam de oficina de crochê no RioMar Aracaju

Através da parceria firmada entre o Centro de Referência da Assistência Social Benjamin Alves de Carvalho – localizado no bairro Coroa do Meio –, Fundação Pedro Paes Mendonça, Instituto JCPM de Compromisso Social e RioMar Aracaju, mulheres que fazem parte do grupo de convivência do centro de referência irão participar de uma oficina de crochê, ministrada por artesãs da Serra do Machado.

“Essa é a segunda ação que o shopping e o IJCPM proporcionam às mulheres cadastradas no CRAS. O primeiro contato foi através de uma oficina de ‘Habilidades Digitais’, em que mulheres de 60+ puderam receber noções básicas para o uso das ferramentas disponíveis nos smartphones”, conta Débora Guerra, Coordenadora de Ação Social do IJCPM. A coordenadora acrescenta que os cursos oferecidos visam a socialização e o entretenimento das participantes.

A oficina de crochê acontecerá sempre às quartas-feiras, dias 20 e 27 de dezembro, das 14h às 16h, no Coworking do RioMar Aracaju. “Vamos aproveitar a oportunidade em que as artesãs assistidas pela FPPM estão no shopping expondo na feira ‘Serra do Machado Feita à Mão’, para dispor às alunas momentos de uma arteterapia, já que o crochê é uma técnica que, comprovadamente, eleva a autoestima”, acrescenta Guerra. Para iniciar a oficina, cada participante irá receber um kit com linhas e agulha fornecido pelo IJCPM, como material de apoio.

Para o coordenador de Comunicação e Cultura da FPPM, Zalberto Lima, a oficina será um momento de troca e uma grande experiência para as artesãs da Serra do Machado que irão atuar como monitoras. “Na Fundação, as artesãs são assistidas e orientadas para que possam se desenvolver e realizar sonhos, através dos cursos de capacitação e das feiras em que participam. A parceria com o Cras traz a oportunidade de elas dividirem conhecimentos, um pouco da experiência que têm. Eu acredito que será um momento muito significativo e gratificante, tanto para as artesãs quanto para as mulheres assistidas pelo centro de referência da Coroa do Meio”, pontua.

A parceria entre o CRAS Benjamin Alves de Carvalho, RioMar Aracaju e o Instituto João Carlos Paes Mendonça, teve início há cerca de dois anos. Durante esse período, equipes técnicas, líderes comunitários e coordenações de Ongs se reuniram em algumas ocasiões para discutir melhorias dentro da comunidade localizada no entorno do shopping.

Uma das ações postas em prática foi o Projeto Jogando Limpo com o Mangue, onde foram feitas atividades às margens da Maré do Apicum, com famílias e moradores do território e profissionais dos serviços.

A ideia das oficinas surgiu como uma oportunidade de maior conexão entre o Instituto JCPM e os usuários assistidos no centro de referência, para momentos de troca e aprendizado.  “Tal parceria vem rendendo bons frutos para a comunidade, fortalecendo as famílias com aprendizado de novas habilidades, independência financeira, melhoria da saúde mental e motivação para novos projetos, além do sentimento de pertencimento da comunidade a seu território”, celebra Iulná de Almeida, coordenadora do CRAS Benjamin Alves de Carvalho.

Fotos. Mateus Souza/Assistência Social