Pular para o conteúdo
Nova Estação de Tratamento de Água da Deso vai beneficiar população de Nossa Senhora das Dores e regiões vizinhas

Nova Estação de Tratamento de Água da Deso vai beneficiar população de Nossa Senhora das Dores e regiões vizinhas

Nova Estação de Tratamento de Água da Deso vai beneficiar população de Nossa Senhora das Dores e regiões vizinhas

Em etapa final, a obra beneficiará 12 mil habitantes; investimentos giram em torno de R$ 3 milhões

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) está finalizando mais uma obra de fundamental importância para a população. Desta vez, uma nova Estação de Tratamento de Água vai garantir a segurança hídrica para cerca de 12 mil habitantes do município de Nossa Senhora das Dores, no médio sertão do estado, e regiões vizinhas, com uma vazão de mais de 270 metros cúbicos por hora, em um investimento de mais de R$ 3 milhões.

A Estação de Tratamento está em execução e entrou na fase de interligação com a Adutora Faustina, o que vai regularizar o abastecimento completo no município e povoados vizinhos. O prazo para a interligação está programado para acontecer nos próximos 15 dias, quando a operação entrará na sua totalidade.

Nova Estação de Tratamento de Água da Deso vai beneficiar população de Nossa Senhora das Dores e regiões vizinhas

Nova Estação de Tratamento de Água da Deso vai beneficiar população de Nossa Senhora das Dores e regiões vizinhas

Poços

De acordo com o diretor de Meio Ambiente e Expansão, Kleber Curvelo, além da Estação de Tratamento, também foram perfurados quatro poços na região, para ampliar o abastecimento. “Foram investidos R$ 500 mil na perfuração de quatro poços profundos, com uma vazão de 180 metros cúbicos por hora. Estamos na elaboração do projeto de mais um abastecimento para Nossa Senhora das Dores, com a construção de oito quilômetros de rede de distribuição, para garantir um acréscimo de 180 metros cúbicos, além dos 270 metros cúbicos que já temos na Adutora”, explicou.

“Esses investimentos no município são de fundamental importância, pois regularizam o abastecimento e garantem a segurança hídrica para a população. Saímos de 240 metros cúbicos por hora, para 270, além dos 180 metros cúbicos com a perfuração dos novos poços, e oito quilômetro de rede de distribuição. São números positivos e que sabemos que farão uma diferença positiva no dia a dia dos usuários da região”, finalizou o diretor.

O Portal Imprensa 24h: Sua Fonte Essencial para Notícias de Aracaju e Sergipe

As Principais Notícias em Sergipe

Instagram

Facebook

Twitter